Moeda de 1 real 50 anos quanto vale? Confira valores atualizados

Moeda de 1 real 50 anos quanto vale? Veja valores atualizados, como vender a sua moeda e quem são os compradores.

Existem algumas moedas raras que podem render um bom dinheiro. Por esse motivo, hoje iremos falar a respeito de uma delas, a moeda de 1 real 50 anos quanto vale, onde vender e quem são os compradores.

Dessa maneira, você não deixará essa moeda passar despercebida por você, e quando ela chegar nas suas mãos, você saberá exatamente como vendê-la.

Quais são as características da moeda de 1 real 50 anos?

Moeda de 1 real 50 anos quanto vale? Confira valores atualizados
Moeda de 1 real 50 anos quanto vale? Confira valores atualizados

Antes de irmos para a moeda de 1 real 50 anos quanto vale, ou então, como vendê-la, precisamos deixar claro quais são as principais características desse item de colecionador, para você não confundir essa moeda com outras moedas comemorativas.

A boa notícia é que identificar a moeda de 1 real 50 anos do BC é bastante fácil. Pois, ela possui características bem específicas, a diferenciando de todas as demais moedas de 1 real, sendo elas comemorativas ou não.

Para começar, na parte prateada da moeda em um dos seus lados está escrito “50 anos”. E desse mesmo lado, na parte dourada, você encontra a seguinte escrita: “1965 Banco Central do Brasil 2015”. 

Isso porque, essa moeda foi lançada em 2015 em comemoração ao aniversário do banco. Além de comemorar os 50 anos do BC, o seu número reduzido de tiragem – apenas 50 milhões de unidades, a torna uma raridade.

Moeda de 1 real 50 anos quanto vale?

A verdade é que não existe um valor tabelado para este produto, ou seja, o valor pago deve ser definido em uma negociação entre você e o comprador do item. Para você ter uma ideia, a moeda de 1 real 50 anos pode custar entre 30 e 1.000 reais.

Sendo assim, procure pesquisar bastante antes de anunciar o seu exemplar, para encontrar compradores dispostos a pagar os melhores preços. Quanto melhor o estado de conservação da sua moeda, mais você pode cobrar por ela!

É importante se atentar se ela possui muitas marcas de uso, ou se ela está bem preservada, para definir um preço. Pois, se a moeda tiver muitas marcas e você pedir um preço elevado, dificilmente conseguirá um comprador.

Onde vender a minha moeda de 1 real 50 anos?

Agora que você já aprendeu a identificar uma moeda de 1 real 50 anos quanto vale, para cobrar um valor justo pelo seu exemplar, chegou a hora de encontrar um comprador.

Para encontrar interessados na sua moeda, você precisa anunciá-la na web. Existem muitos fóruns de colecionadores nas redes sociais, como por exemplo no facebook. Outra opção é usar sites de compra e venda, como o Mercado Livre, Enjoei, etc.

Vale lembrar que existem muitos golpistas na internet, então, só envie a sua moeda após conversar com o comprador interessado e sentir firmeza nas suas palavras.

Quem compra moedas antigas e raras?

No mercado numismático, muitos colecionadores ficam em busca de completar as suas coleções de moedas raras, e pagam um bom dinheiro nesses itens. Caso você não saiba, a palavra numismática faz referência ao estudo das medalhas e moedas.

Algumas pessoas unem essas moedas para vender a coleção completa, pois assim as moedas são mais caras, ou simplesmente colecionam essas moedas raras como um hobbie. 

Afinal de contas, os interessados nessas moedas são verdadeiros entusiastas do ramo. Esse fato faz com que o mercado numismático esteja sempre em alta.

Por que moedas antigas são tão valiosas?

Ao observar a moeda de 1 real 50 anos quanto vale, você percebe que moedas raras podem ser muito valiosas. Isso acontece porque muitas delas já saíram de circulação, ou então foram distribuídas em pouquíssimas tiragens.

Existem moedas que foram feitas apenas para comemorar um momento histórico, como as moedas das olimpíadas no Brasil, e a moeda de 50 anos do BC. Mas, moedas com erro de impressão também fazem muito sucesso no mercado.

Hellen

Sou focada em resultados e sempre busco a performance em minhas ações, carrego a praticidade no meu DNA e acredito que o menos é mais cabe em todas as situações. Atuo no mercado digital há mais de 10 anos, sendo que muitos deles trabalhando como freelancer. Sou formada em Publicidade e Propaganda pela Uninove, Pós-Graduada em Comunicação e Marketing pela USP. Especialista em Links Patrocinados pelo Google e Marketing Performance pela Universidade do Vale do Silício, Udacity.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo