Aparelho BTV: O que você precisa saber antes de comprar

O aparelho BTV se tornou um produto muito procurado e aderido pela população como uma alternativa acessível para quem busca ter acesso a uma smart TV, sem precisar comprar uma.

Isso porque o aparelho, uma espécie do que chamamos de TV Box, ao ser conectado com uma televisão, possibilita o acesso à internet, além de vir com sistema operacional Android integrado, permitindo que a TV funcione com a mesma interface de um celular.

No entanto, muitas dúvidas surgiram a respeito dessa tecnologia, inclusive quanto à sua legalidade. Para sanar essas e outras questões, reunimos nos tópicos abaixo as principais informações que você precisa saber antes de comprar um aparelho BTV. Acompanhe:

Como o aparelho BTV funciona?

Aparelho BTV: O que você precisa saber antes de comprar

BTV é o nome que se dá a um aparelho que também é conhecido como TV Box e que tem como principal função converter uma televisão comum em smart TV.

Para que uma TV tenha acesso a canais de streming como Netflix, além de acesso à internet e sites como Youtube, é preciso que seja uma Smart TV.

De fato, todas as televisões fabricadas e comercializadas nos últimos anos são desta categoria, no entanto, os modelos mais antigos não são – e podem se beneficiar com o aparelho BTV.

Desse modo, se a sua televisão não é uma Smart TV, mas você quer desfrutar de serviços como Netflix, Disney+, Youtube e afins, o aparelho irá te possibilitar isso, sem que você precise investir em uma TV nova.

Na prática, o BTV se parece com um modem de internet ou um receptor de canais. Esse pequeno aparelho é conectado à internet, portanto, para que funcione, é necessário que o local tenha acesso à rede.

A aparelho BTV conecta-se à TV por meio de um cabo HDMI, possibilitando a transmissão de som e imagem graças ao sinal do Wi-Fi.

BTV é um aparelho permitido por lei?

Hoje em dia é comum que as pessoas procurem alternativas mais acessíveis do que canais a cabo para consumir streaming e canais fechados – os chamados “gatos”. Esses são ilegais, já que “roubam” e distribuem gratuitamente um sinal que deveria ser exclusivo para pagantes.

Porém, os aparelhos TV Box, como o BTV, são permitidos por lei, desde que o modelo escolhido seja homologado pela Anatel.

Desse modo, se você pretende investir em um aparelho BTV e quer garantir que está adquirindo um produto legal, sempre se atente ao selo da Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), que normalmente fica posicionado na parte inferior do equipamento.

Como escolher um BTV?

Para garantir que você está fazendo uma boa compra e que o equipamento irá te atender, é importante ficar atento a alguns fatores importantes antes de fazer uma compra.

Assim como qualquer aparelho eletrônico, os aparelhos TV Box se diferenciam, por isso fique atento a fatores como:

1. Processador

O processador, grosso modo, diz respeito à capacidade do sistema funcionar adequadamente. Quanto melhor o processador, melhor o aparelho funciona sem travar ou ter outros possíveis problemas no seu dia a dia de uso.

Dois processadores sempre muito bem avaliados são Qualcomm e MediaTek.

2. Memória

Outro fator de grande relevância para o funcionamento adequado do seu BTV é a memória RAM.

A memória RAM diz respeito à capacidade de o aparelho rodar um aplicativo ou canal sem ter fricção e sobrecarregar, evitando travamentos e picos.

Um dos principais fatores para definir o preço é a memória, já que aparelhos com memória maior e mais eficientes podem ser mais caros, porém as versões mais simples podem não atender muito bem.

De modo geral, a dica é dar preferência a aparelhos que tenham, pelo menos, 4GB de memória ou superior.

Seguindo essas dicas, você poderá fazer uma boa compra e converter sua televisão em uma Smart TV sem precisar comprar uma!

Hellen

Sou focada em resultados e sempre busco a performance em minhas ações, carrego a praticidade no meu DNA e acredito que o menos é mais cabe em todas as situações. Atuo no mercado digital há mais de 10 anos, sendo que muitos deles trabalhando como freelancer. Sou formada em Publicidade e Propaganda pela Uninove, Pós-Graduada em Comunicação e Marketing pela USP. Especialista em Links Patrocinados pelo Google e Marketing Performance pela Universidade do Vale do Silício, Udacity.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo